Você é participante?

15 Métodos de Ensino Inovadores com Guia e Exemplos

15 Métodos de Ensino Inovadores com Guia e Exemplos

Educação

Ellie Tran . Agosto 16 2022 . 12 min ler

Imagine ficar em uma aula chata com a voz dos professores ecoando em seus ouvidos, tentando levantar as pálpebras para prestar atenção no que eles estão dizendo. Não é o melhor cenário para qualquer classe, certo?

Atualmente, muitos professores estão tentando manter suas aulas o mais longe possível desse cenário e permitir que seus alunos se envolvam mais no aprendizado, encontrando diferentes abordagens para ensiná-los.

O campo da educação está mudando em um ritmo tão rápido que você precisa acompanhar e se adaptar às estratégias mais modernas, caso contrário, pode ser difícil se encaixar.

É hora de inovar! Esses 15 métodos de ensino inovadores tornará suas aulas mais agradáveis ​​e atraentes para todos. Confira-os abaixo!

O que são métodos de ensino inovadores?

Os métodos de ensino inovadores não consistem apenas em usar a tecnologia mais avançada em sala de aula ou acompanhar constantemente as últimas tendências da educação.

Eles são todos sobre o uso de novas estratégias de ensino que se concentram mais nos alunos. Esses inovadores visam incentivar os alunos a participar de forma proativa e interagir com seus colegas e você – o professor – durante as aulas. Os alunos terão que trabalhar mais, mas de uma maneira que atenda melhor às suas necessidades e possa ajudá-los a crescer mais rapidamente.

Ao contrário do ensino tradicional, que se concentra principalmente em quanto conhecimento você pode passar para seus alunos, formas inovadoras de ensinar aprofundam o que os alunos realmente tiram do que você está ensinando durante as aulas.

Por que é hora de métodos de ensino inovadores

O mundo inteiro viu uma mudança das salas de aula físicas para as online e depois para o aprendizado híbrido. No entanto, olhar para telas de laptop significa que é mais fácil para os alunos se perderem e fazerem outra coisa (talvez perseguindo bons sonhos em suas camas) enquanto aprimoram nada além de suas habilidades em fingir se concentrar.

Não podemos culpar esses alunos por não estudarem muito, também é responsabilidade do professor não dar aulas maçantes e secas que deixam os alunos cansados.

Muitas escolas, professores e treinadores têm tentado estratégias de ensino inovadoras no novo normal para manter os alunos mais interessados ​​e engajados. E os programas digitais os ajudaram a alcançar as mentes dos alunos e dar aos alunos um melhor acesso às aulas.

Ainda cético?… Bem, confira essas estatísticas…

Em 2021:

  • 57% de todos os estudantes dos EUA tinham suas ferramentas digitais.
  • 75% das escolas americanas tinham um plano para se tornarem totalmente virtuais.
  • As plataformas de educação assumiram 40% de uso do dispositivo do aluno.
  • O uso de aplicativos de gerenciamento remoto para fins educacionais aumentou em 87%.
  • Há um aumento de 141% no uso de aplicativos de colaboração.
  • 80% das escolas e universidades dos EUA compraram ou tendiam a comprar ferramentas de tecnologia adicionais para os alunos.

Até o final de 2020:

  • 98% das universidades tiveram suas aulas ministradas online.

Essas estatísticas mostram uma grande mudança na maneira como as pessoas ensinam e aprendem. É melhor prestar atenção neles – você não quer ser um velho e ficar para trás com seus métodos de ensino, certo?

7 benefícios de métodos de ensino inovadores

Aqui estão 7 do que essas inovações podem fazer de bom para os alunos e por que vale a pena tentar.

  1. Incentivar a pesquisa – Abordagens inovadoras de aprendizagem incentivam os alunos a explorar e descobrir novas coisas e ferramentas para ampliar suas mentes.
  2. Melhorar as habilidades de resolução de problemas e pensamento crítico – Métodos de ensino criativos permitem que os alunos aprendam em seu próprio ritmo e os desafiem a pensar em novas maneiras de resolver um problema em vez de encontrar respostas já escritas em livros didáticos.
  3. Evite receber muito conhecimento de uma só vez – Os professores que usam novas abordagens ainda fornecem informações aos alunos, mas tendem a dividi-las em partes menores. Digerir informações agora pode ser mais fácil, e manter as coisas curtas ajuda os alunos a obter o básico mais rapidamente.
  4. Adote mais soft skills – Os alunos precisam usar ferramentas mais complexas em sala de aula para concluir seus trabalhos, o que os ajuda a aprender coisas novas e estimular sua criatividade. Além disso, ao fazer projetos individuais ou em grupo, os alunos sabem como gerenciar seu tempo, priorizar tarefas, se comunicar, trabalhar melhor com os outros e muito mais.
  5. Verifique a compreensão dos alunos – Notas e exames podem dizer alguma coisa, mas não tudo sobre a capacidade de aprendizado e conhecimento de um aluno (especialmente se houver espiadas durante os testes!). Ideias de ensino inovadoras permitem que os professores monitorem as aulas e saibam melhor com o que seus alunos lutam para encontrar as soluções mais adequadas.
  6. Melhore a autoavaliação – Com ótimos métodos dos professores, os alunos podem entender o que aprenderam e o que estão perdendo. Ao descobrir o que eles ainda precisam saber por si mesmos, eles podem entender porque aprender coisas particulares e, consequentemente, tornar-se mais ansioso para fazê-lo.
  7. Animar as salas de aula – Não deixe suas salas de aula cheias de sua voz ou silêncio constrangedor. Métodos de ensino inovadores dão aos alunos algo diferente para se animar, o que os incentiva a falar e interagir mais.

15 métodos de ensino inovadores

1. Aulas interativas

Aulas unidirecionais são muito tradicionais e às vezes exaustivas para você e seus alunos, então crie um ambiente onde os alunos se sintam encorajados a falar e expressar suas ideias.

Os alunos podem participar das atividades em sala de aula de várias maneiras, não apenas levantando a mão ou sendo chamados para responder. Hoje em dia, você pode encontrar plataformas online que o ajudam a fazer atividades interativas em sala de aula para economizar muito tempo e fazer com que todos os alunos participem em vez de apenas dois ou três.

🌟 Exemplo de aula interativa

Enriqueça toda a sua turma jogando quizzes e jogos ao vivo com rodas giratórias, ou até mesmo através de nuvens de palavras, enquetes ou brainstorming juntos. Você pode fazer com que todos os seus alunos participem dessas atividades emocionantes com a ajuda de algumas plataformas online.

Além disso, os alunos podem digitar ou escolher respostas anonimamente, em vez de levantar a mão. Isso os torna mais confiantes para se envolver, expressar suas opiniões e não se preocupar mais em ser 'errado' ou julgado.

Quer experimentar a interação? AhaSlides tem todos esses recursos reservados para você e seus alunos!

Pessoas jogando quiz no AhaSlides durante uma aula interativa

2. Usando a tecnologia de realidade virtual

Entre em um mundo totalmente novo dentro de sua sala de aula com a tecnologia de realidade virtual. Como sentar em um cinema 3D ou jogar jogos de RV, seus alunos podem mergulhar em diferentes espaços e interagir com objetos 'reais' em vez de ver coisas em telas planas.

Agora sua turma pode viajar para outro país em segundos, ir ao espaço sideral para explorar nossa Via Láctea ou aprender sobre a era jurássica com dinossauros a poucos metros de distância.

A tecnologia VR pode ser cara, mas a maneira como ela pode transformar qualquer uma de suas aulas em uma explosão e impressionar todos os alunos definitivamente faz valer o preço.

🌟 Ensino com exemplo de tecnologia de realidade virtual

Parece divertido, mas como os professores ensinam com a tecnologia VR de verdade? Assista a este vídeo de uma sessão de RV da Tablet Academy.

3. Usando IA na educação

A IA nos ajuda a fazer muito do nosso trabalho, então quem disse que não podemos usá-la na educação? Na verdade, este método é surpreendentemente difundido nos dias de hoje.

Usar a IA não significa que ela faz tudo e substitui você totalmente. Não é como nos filmes de ficção científica em que computadores e robôs se movimentam e ensinam nossos alunos (ou fazem lavagem cerebral neles).

Ele ajuda professores como você a reduzir a carga de trabalho, personalizar cursos e instruir os alunos com mais eficiência. Muitas coisas familiares que você provavelmente está usando, como LMS, detecção de plágio, pontuação e avaliação automáticas, são todos produtos de IA.

Até agora, a IA provou que traz muitos benefícios para professores, e os cenários dele invadindo o campo da educação ou a Terra são coisas apenas de filmes.

🌟 Usando IA no exemplo de educação

  • Gestão do curso
  • Avaliação
  • Aprendizagem adaptativa
  • Comunicação pais-professores
  • Auxílios áudio/visuais

Leia mais de 40 exemplos aqui.

4. Aprendizado misto

O ensino híbrido é um método que combina o treinamento tradicional em sala de aula e o ensino on-line de alta tecnologia. Ele oferece a você e seus alunos mais flexibilidade para criar ambientes de estudo eficazes e personalizar experiências de aprendizado.

Em um mundo tão impulsionado pela tecnologia em que vivemos, é difícil negligenciar ferramentas poderosas como a internet ou software de e-learning. Coisas como videoconferências para professores e alunos, LMS para gerenciar cursos, sites on-line para interagir e jogar, e muitos aplicativos que servem a propósitos de estudo tomaram o mundo.

🌟 Exemplo de aprendizado combinado

Quando as escolas reabriram e os alunos puderam participar das aulas offline, ainda foi ótimo ter alguma ajuda das ferramentas digitais para tornar as aulas mais envolventes.

AhaSlides é uma ótima ferramenta para aprendizagem combinada que envolve os alunos em salas de aula presenciais e virtuais. Seus alunos podem participar de questionários, jogos, brainstorming e muitas atividades de aula juntos nesta plataforma.

5. impressão 3D

A impressão 3D torna suas aulas mais divertidas e oferece aos alunos experiência prática para aprender melhor coisas novas. Esse método leva o envolvimento da sala de aula a um novo nível ao qual os livros didáticos nunca podem se comparar.

A impressão 3D dá aos seus alunos a compreensão do mundo real e acende sua imaginação. Estudar é muito mais fácil quando os alunos podem segurar modelos de órgãos nas mãos para aprender sobre o corpo humano ou ver modelos de edifícios famosos e explorar suas estruturas.

🌟 Exemplo de impressão 3D

Abaixo estão muitas outras ideias para usar a impressão 3D em muitos assuntos para excitar seus alunos curiosos.

Imagem de ideias de impressão 3D usadas como métodos de ensino inovadores
Imagem cedida por Ensinar pensamento.

6. Use o processo de design thinking

Esta é uma estratégia baseada em soluções para resolver problemas, colaborar e estimular a criatividade dos alunos. Existem cinco etapas, mas é diferente de outros métodos porque você não precisa seguir um guia passo a passo ou qualquer ordem. É um processo não linear, então você pode personalizá-lo com base em suas palestras e atividades.

ilustração de 5 etapas no processo de design thinking para escolas
Imagem cedida por Império dos Criadores.

As cinco etapas são:

  • Simpatize – Desenvolva a empatia e descubra as necessidades das soluções.
  • Definir – Definir problemas e o potencial de abordá-los.
  • Idealizar – Pense e gere ideias novas e criativas.
  • Protótipo – Faça um rascunho ou amostra das soluções para explorar mais as ideias.
  • Test – Teste as soluções, avalie e colete feedback.

🌟 Exemplo de processo de design thinking

Quer ver como é em uma aula real? Veja como os alunos do ensino fundamental e médio do Design 8 Campus trabalham com essa estrutura.

7. Aprendizagem baseada em projetos

Trabalhar em projetos no final de uma unidade é algo que todos os alunos fazem. O aprendizado baseado em projetos também gira em torno de projetos, mas permite que os alunos resolvam problemas do mundo real e criem novas soluções por um longo período de tempo.

O PBL torna as aulas mais divertidas e envolventes enquanto os alunos aprendem novos conteúdos e desenvolvem habilidades, como pesquisar, trabalhar de forma independente e com outras pessoas, pensamento crítico etc.

Nesse método de aprendizado ativo, você trabalha como um guia e seus alunos se encarregam de sua própria jornada de aprendizado. Estudar dessa maneira pode levar a um melhor envolvimento e compreensão, estimular sua criatividade e promover a aprendizagem ao longo da vida.

🌟 Exemplos de aprendizado baseado em projetos

Confira a lista de ideias abaixo para mais inspiração!

  • Filme um documentário sobre uma questão social em sua comunidade.
  • Planeje/organize uma festa ou atividade escolar.
  • Crie e gerencie uma conta de mídia social para uma finalidade específica.
  • Ilustrar e analisar artisticamente a causa-efeito-solução de um problema social (ou seja, superpopulação e falta de moradia nas grandes cidades).
  • Ajude as marcas de moda locais a se tornarem neutras em carbono.

Encontre mais ideias aqui.

8. Aprendizado baseado em perguntas

A aprendizagem baseada em investigação também é um tipo de aprendizagem ativa. Em vez de dar uma palestra, você inicia a aula fornecendo perguntas, problemas ou cenários. Também inclui aprendizado baseado em problemas e não depende muito de você; neste caso, é mais provável que você seja um facilitador do que um palestrante.

Os alunos precisam fazer alguma pesquisa sobre o tópico de forma independente ou em grupo (você decide) para encontrar uma resposta. Esse método os ajuda a desenvolver muito as habilidades de resolução de problemas e pesquisa.

🌟 Exemplos de aprendizado baseados em perguntas

Tente desafiar os alunos a…

  • Encontre soluções para a poluição do ar/água/ruído/luz em uma área específica.
  • Cultive uma planta (o feijão mungo é o mais fácil) e descubra quais são as melhores condições de cultivo.
  • Investigue/confirme uma resposta fornecida a uma pergunta (por exemplo, uma política/regra já aplicada em sua escola para evitar o bullying).
  • Forme suas próprias perguntas, encontre métodos para resolver e trabalhe para abordar essas questões.

9. Serra de vaivém

O quebra-cabeça é um jogo comum que apostamos que cada um de nós já jogou pelo menos uma vez na vida. Coisas semelhantes acontecem na aula se você tentar a técnica do quebra-cabeça.

Veja como:

  • Divida seus alunos em pequenos grupos.
  • Dê a cada grupo um subtópico ou subcategoria do tópico principal.
  • Instrua-os a explorar os dados e desenvolver suas ideias.
  • Cada grupo compartilha suas descobertas para formar um quadro geral, que é todo o conhecimento sobre o tópico que eles precisam saber.
  • (Opcional) Organize uma sessão de feedback para seus alunos avaliarem e comentarem sobre o trabalho de outros grupos.

Se sua turma já experimentou bastante trabalho em equipe, divida o tópico em informações menores. Dessa forma, você pode atribuir cada peça a um aluno e deixá-los trabalhar individualmente antes de ensinar aos colegas o que encontraram.

🌟 Exemplos de quebra-cabeça

  • Atividade de quebra-cabeça ESL – Dê à sua classe um conceito como 'tempo'. Os grupos precisam encontrar um conjunto de adjetivos para falar sobre as estações do ano, colocações para descrever o clima bom/mau ou como o clima melhora e frases escritas sobre o clima em alguns livros.
  • Atividade de quebra-cabeça de biografia – Escolha uma figura pública ou um personagem fictício em um campo específico e peça aos seus alunos que encontrem mais informações sobre ele. Por exemplo, eles podem pesquisar Isaac Newton para descobrir suas informações básicas, bem como eventos notáveis ​​em sua infância e meia-idade (incluindo o famoso incidente da maçã) e seu legado.
  • Atividade de quebra-cabeça de história – Os alunos leem textos sobre um evento histórico, ou seja, a Segunda Guerra Mundial e coletam informações para entender mais sobre ele. Os subtópicos podem ser figuras políticas proeminentes, principais combatentes, causas, cronogramas, eventos pré-guerra ou declaração de guerra, curso da guerra, etc.

10. Ensino de computação em nuvem

O termo pode ser estranho, mas o método em si é familiar para a maioria dos professores. Basicamente, é uma maneira de conectar professores e alunos e permitir que eles acessem aulas e materiais a milhares de quilômetros de distância.

Tem muito potencial para todas as instituições e educadores. Esse método é fácil de usar e econômico, protege seus dados, permite que os alunos tenham ensino à distância e muito mais.

É um pouco diferente do aprendizado on-line, pois não requer interação entre professores e alunos, o que significa que seus alunos podem aprender a qualquer hora e em qualquer lugar que quiserem terminar os cursos.

🌟 Exemplo de computação em nuvem

Aqui está a Biblioteca de Treinamento de Fundamentos de Computação em Nuvem da Cloud Academy para que você saiba como é uma plataforma baseada em nuvem e como ela pode facilitar seu ensino.

gif da Biblioteca de Treinamento em Fundamentos de Computação em Nuvem da Cloud Academy
Imagem cedida por Academia de Nuvem.

11. Fsala de aula labial

Inverta um pouco o processo para uma experiência de aprendizado mais empolgante e eficaz. Antes das aulas, os alunos precisam assistir a vídeos, ler materiais ou pesquisar para ter algum entendimento e conhecimento básico. O tempo de aula é dedicado a fazer o chamado 'dever de casa' normalmente feito após a aula, bem como discussões em grupo, debates ou outras atividades lideradas pelos alunos.

Essa estratégia gira em torno dos alunos e pode ajudar os professores a planejar melhor o aprendizado personalizado e avaliar o desempenho dos alunos.

🌟 Exemplo de sala de aula invertida

Quer saber como uma sala de aula invertida se parece e acontece na vida real? Confira este vídeo da McGraw Hill sobre a aula invertida.

12. Ensino de pares

Este é bem parecido com o que falamos na técnica do quebra-cabeça. Os alunos entendem e dominam melhor o conhecimento quando são capazes de explicá-lo claramente. Ao apresentar, eles podem aprender de cor de antemão e falar em voz alta o que eles lembram, mas para ensinar seus colegas, eles devem entender o problema completamente.

Os alunos podem assumir a liderança nesta atividade, escolhendo sua área de interesse dentro do assunto. Dar aos alunos esse tipo de autonomia os ajuda a desenvolver um sentimento de propriedade do assunto e a responsabilidade de ensiná-lo corretamente.

Você também descobrirá que dar aos alunos a chance de ensinar seus colegas aumenta sua confiança, incentiva o estudo independente e melhora as habilidades de apresentação.

🌟 Exemplo de ensino de pares

Assista a este vídeo de uma aula de matemática real e dinâmica ministrada por um jovem estudante da Dulwich High School of Visual Arts and Design!

13. Opinião dos pares

As abordagens de ensino inovadoras são muito mais do que ensinar ou aprender dentro da classe. Você pode aplicá-los em muitas outras áreas, como o tempo de feedback dos colegas após uma aula.

Fornecer e receber feedback construtivo com uma mente aberta e boas maneiras são habilidades essenciais que os alunos precisam aprender. Ajude sua turma ensinando-os a fazer comentários mais significativos aos colegas (como usar um rubrica de feedback) e torná-lo uma rotina.

Ferramentas interativas de pesquisa, especialmente aquelas com recursos de nuvem de palavras ao vivo, facilitam uma sessão rápida de feedback de colegas. Depois disso, você também pode pedir aos alunos que expliquem seus comentários ou respondam ao feedback que receberem.

🌟 Exemplo de feedback de colegas

Use perguntas curtas e simples e deixe que seus alunos digam livremente o que estão pensando em frases, algumas palavras ou até emojis.

imagem do uso da nuvem de palavras do AhaSlides para uma sessão de feedback de colegas após uma aula

14. Ensino cruzado

Você se lembra de como ficou empolgado quando sua turma foi a um museu, exposição ou viagem de campo? É sempre uma explosão sair e fazer algo diferente de olhar para o quadro em uma sala de aula.

O ensino cruzado combina a experiência de aprender tanto na sala de aula quanto em um local externo. Explorem juntos os conceitos na escola e, em seguida, organizem uma visita a um local específico onde possam demonstrar como esse conceito funciona em um ambiente real.

Seria ainda mais eficaz desenvolver ainda mais a lição organizando discussões ou designando trabalhos em grupo em sala de aula após a viagem.

🌟 Exemplo de ensino de crossover virtual

Às vezes, sair de casa nem sempre é possível, mas há maneiras de contornar isso. Confira o tour virtual do Museu de Arte Moderna com a Sra. Gauthier da Southfield School Art.

15. Aprendizado personalizado

Embora uma estratégia funcione para alguns alunos, pode não ser tão eficaz para outro grupo. Por exemplo, atividades em grupo são ótimas para extrovertidos, mas podem ser pesadelos para alunos super introvertidos.

Este método adapta o processo de aprendizagem de cada aluno. Embora leve mais tempo para planejar e se preparar, ajuda os alunos a aprender com base em seus interesses, necessidades, pontos fortes e fracos para alcançar melhores resultados.

A jornada de aprendizado de cada aluno pode ser diferente, mas o objetivo final permanece o mesmo; adquirir conhecimentos que preparem esse aluno para sua própria vida futura.

🌟 Exemplo de aprendizado personalizado

Algumas ferramentas digitais ajudam você a planejar de forma mais rápida e conveniente; experimentar BookWidgets para facilitar seu ensino.

Imagem de 2 planos de aprendizagem personalizados para alunos no BookWidgets
Imagem cedida por BookWidgets.

Use este código de referência ao finalizar a compra: AHAXMAS21